27 março 2015

PONTO FACULTATIVO NA SEMANA SANTA


Estabelece ponto facultativo nas repartições públicas municipais no dia 02 de abril de 2015 e dá outras providências.

O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor,

DECRETA:

Art. 1.º O ponto será facultativo nas repartições públicas municipais no dia 02 de abril de 2015, excluídos desta previsão os expedientes nos órgãos cujos serviços não admitam paralisação.

Art. 2.º A Secretaria Municipal de Saúde editará Resolução regulamentando o expediente nas Unidades de Saúde da Rede Pública Municipal.

Art. 3.º Este Decreto entra em vigor na data da sua publicação.

Rio de Janeiro, 26 de março de 2015; 451º ano da fundação da Cidade.
EDUARDO PAES

Fonte: Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro | Poder Executivo | Ano XXIX | Nº 10 | Sexta-feira, 27 de março de 2015.

25 março 2015

CLIPPING: HISTÓRIAS, CRISES E NOVAS PERSPECTIVAS: A GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NO RJ

Crise: 'conjuntura ou momento perigoso, difícil ou decisivo'. A definição dessa palavra, segundo especialistas, representa aquilo que vivemos hoje no país em relação ao abastecimento de água. Para o coordenador de Recursos Hídricos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Rio de Janeiro, Alexandre De Bonis - convidado do DSSA Debate -, além de a cidade ter um problema histórico de abastecimento, sofre com o desperdício e apenas nos anos recentes seus gestores passaram a se preocupar com a administração desse bem. A prefeitura, por sua vez, afirma estar fazendo o dever de casa, com ações de proteção dos recursos e melhorias de suas estruturas. "Fora as perdas ocorridas na rede de abastecimento, o carioca, de uma maneira geral, tem a cultura do desperdício", criticou. O debate, promovido pelo Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da ENSP, não só suscitou a reflexão dos pesquisadores sobre propostas de enfrentamento da atual crise, como também deslocou-os da posição de críticos para a de debatedores.

O encontro - ocorrido em 19 de março, em alusão ao Dia Mundial da Água (comemorado em 22/3) -, teve a participação de dois palestrantes, sendo coordenado pelo assessor de Ambiente da Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde da Fiocruz, Tatsuo Carlos Shubo. Segundo o Tatsuo, apesar do contexto histórico brasileiro repleto de falhas e problemas de gerência, o momento atual é delicado, e deve ser visto como uma oportunidade de criar sinergia entre a academia e a gestão, visto que há um grande distanciamento entre a tomada de decisão e o embasamento técnico-científico para tal. Para ele, “quando se fala em crise hídrica, também falamos de uma possível crise econômica e energética que, em maior ou menor grau, afetará a todos”, alertou. 

Clique aqui para ver a matéria completa.

Fonte: Escola Nacional de Saúde Sérgio Arouca. Informe Ensp. Disponível em: <http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/informe/site/materia/detalhe/37402>. Acesso em: 25 mar. 2015.

23 março 2015

INFORMES CTVISAU 2015


1) Foi publicada uma retificação da relação dos selecionados no processo seletivo.

2) As instruções para a matrícula já estão disponíveis.

Clique aqui e veja as atualizações.

18 março 2015

DIA DO ORGULHO SUS (21/03)





No sábado, dia 21 de março, será comemorado o primeiro dia do Orgulho SUS! Uma data para marcar o compromisso de cada um para tornar a saúde pública ainda melhor, com comprometimento de todos. Qual o seu compromisso para melhorar o SUS? 

Pequenas ações, juntas, fazem uma grande diferença no dia a dia de quem trabalha e/ou é usuário do SUS, além de trazer inspiração para outras pessoas. 

É fácil participar da campanha no Instagram, basta seguir os 3 passos:

1 - Pense no que você pode fazer para melhorar o SUS. Vale tudo! Ações simples podem fazer a diferença.

2 - Desenhe a marca do #orgulhosus, escrevendo, no lugar do sorriso, o seu compromisso.

3 - Poste no instagram com a hastag #orgulhosus

4 - Agora, comece a agir!
  
OrgulhoSUS. Compromissos para um SUS melhor.


09 março 2015

ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O CURSO TÉCNICO EM VIGILÂNCIA EM SAÚDE 2015.



A Secretaria Municipal de Saúde da Cidade do Rio de Janeiro (SMS-Rio), em parceria com a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV), abre 70 vagas para participação de Auxiliares de Controle de Endemias (ACE) no Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Subsequente ao Ensino Médio em Vigilância em Saúde (Pós-médio).

O período para as inscrições/processo seletivo vai de 09 a 13 de março de 2015.

Para maiores informações, CLIQUE AQUI.

05 março 2015

CLIPPING: FIOCRUZ PARANÁ ISOLA VÍRUS DA FEBRE CHIKUNGUNYA EM AMOSTRAS HUMANAS

O Instituto Carlos Chagas (ICC/Fiocruz Paraná) realizou, no último mês de fevereiro, o isolamento do arbovírus causador da febre chikungunya em amostras humanas. O feito vai impulsionar de forma significativa o desenvolvimento de kits de diagnóstico para a doença e permitir que a detecção do vírus seja realizada sem a utilização de animais. Desenvolvido pelo Laboratório de Virologia Molecular do ICC, o trabalho isolou o vírus em sete amostras de pacientes, obtidas por meio de um convênio com a Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana, na Bahia.

04 março 2015

NOVA TURMA PARA FORMAÇÃO TÉCNICA EM VIGILÂNCIA EM SAÚDE (CTVISAU 2015)

A Secretaria Municipal de Saúde da Cidade do Rio de Janeiro (SMS-Rio), em parceria com a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV), abrirá (09/03) vagas para formar 70 agentes da vigilância em saúde no Curso Técnico de Vigilância em Saúde (CTVISAU 2015).

CLIPPING: FALTA D'ÁGUA CONTRIBUI PARA AUMENTO DE DOENÇAS, DIZ PESQUISADOR

Em entrevista ao Portal R7 o pesquisador do Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da ENSP Paulo Barrocas destacou que a falta de água pode contribuir significativamente para o aumento do números de doenças. De acordo com dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), a falta de acesso à água de qualidade e o saneamento precário podem ser os responsáveis por 94% dos casos de diarreia no mundo. A cada dia 5.000 crianças em média morrem devido a doenças facilmente evitáveis, relacionadas com o saneamento precário e o consumo de água sem qualidade. Confira a entrevista na íntegra.

Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Informe Ensp. Disponível em: <http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/informe/site/materia/detalhe/37244>. Acesso em: 04 mar. 2015.

27 fevereiro 2015

CLIPPING: PESQUISA ANALISA EXPOSIÇÃO DOMÉSTICA À AGROTÓXICOS NO RIO DE JANEIRO


Ana Cristina Simões Rosa, pesquisadora do Centro de Estudos da Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana (Cesteh/ENSP), fala sobre a pesquisa que pretende estabelecer valores de referência para a população carioca exposta ambientalmente à agrotóxicos.

Clique aqui para acessar a matéria completa.

Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Informe Ensp. Disponível em: <http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/informe/site/>. Acesso em: 27 fev. 2015.