28 maio 2015

CLIPPING: INFO DENGUE RIO ESTUDA INCLUIR DADOS SOBRE CHIKUNGUNYA E ZIKA

Em operação desde o início do ano, o sistema de monitoramento online da dengue desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) vem abastecendo a Prefeitura do Rio de Janeiro de informações estratégicas sobre a evolução da doença em tempo real no município. Mas os pesquisadores envolvidos no projeto querem mais. Já está em negociação com o poder público a inclusão de pelo menos outras duas doenças emergentes, transmitidas pelo mesmo vetor que a dengue: a chikungunya e o Zika vírus.
Atualmente, as informações reunidas pelas diferentes equipes envolvidas no projeto estão disponíveis para o público no portal Info Dengue Rio. Com uma longa tradição de modelagem de dados em vigilância, os pesquisadores do Programa de Computação Científica (PROCC) da Fiocruz e seus colegas da Escola de Matemática Aplicada da Fundação Getúlio Vargas (EMAp) da FGV processam os dados sobre doentes enviados pela Prefeitura do Rio de forma a ter um mapa sempre atualizado sobre a dengue.

Clique aqui e veja a matéria completa.

Fonte: Informe Ensp. Disponível em: <http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/informe/site/materia/detalhe/37810>. Acesso: 28 MAI. 2015.