20 abril 2015

CLIPPING: PRIMEIRO CASO DE RAIVA HUMANA EM 20 ANOS É CONFIRMADO EM PACIENTE DO HU

Um homem de 38 anos, que não teve a identidade divulgada, está internado no Hospital Universitário, em Campo Grande, com confirmação de raiva humana, doença viral, que pode levar à morte e é transmitida a partir da saliva de animais infectados.

O paciente, que recebe tratamento em regime de isolamento, foi mordido por um cão na cidade de Corumbá, onde mora, a 419 quilômetros de Campo Grande.
De acordo com o médico infectologista Maurício Pompílio, o homem respira com ajuda de aparelhos e está em coma induzido. "Estamos atendendo todos protocolos vigentes na tentativa de salvar o paciente, mas a doença é muito agressiva, muito grave, apesar de não ser transmitida facilmente entre humanos mas, sim, por mordida de animais em humanos", explica.
Ainda segundo o especialista, a doença não é comum em humanos e as chances de cura são quase nulas. "No Brasil, há somente um caso de sobrevivência por raiva,  registrado em 2008, em um jovem de Pernambuco que sobreviveu ao tratamento", completa.
Por isso, órgãos de saúde locais tentam, junto ao Ministério da Saúde, acesso aos mesmos remédios utilizados no tratamento do paciente pernambucano. "A expectativa é de que amanhã esses medicamentos cheguem em Campo Grande", afirma o médico.
Mato Grosso do Sul não registra caso de raiva humana há mais de 20 anos, desde 1994. No entanto, Corumbá vive surto de raiva animal. O caso mais próximo foi registrado em 2009 na Bolívia.
Fonte: Campo Grande News. Disponível em: <http://www.campograndenews.com.br/cidades/primeiro-caso-de-raiva-humana-em-20-anos-e-confirmado-em-paciente-do-hu>. Acesso em: 20 ABR. 2015.