03 dezembro 2013

A DEFESA CIVIL ONDE A POPULAÇÃO ESTÁ

Márcio Motta é
Subsecretário da Defesa Civil
Orientar os moradores sobre os riscos de desastres naturais, além de explicar sobre o funcionamento do Sistema de Alerta e Alarme Comunitário, com panfletagem pelas ruas e colocação de cartazes educativos em pontos estratégicos. Esse é o papel do projeto Defesa Civil Itinerante. Desde o dia 15 de julho de 2003, quando foi lançado, passaram a acontecer visitas ao longo da semana às comunidades (sempre entre 9h e 12h), quando os Agentes de Defesa Civil instalam um Posto de Coordenação Avançado para realizarem as ações.

Durante a atividade, além do trabalho educativo, as equipes (formadas por 5 agentes da Defesa Civil e um motorista) atendem também solicitações para vistorias em imóveis. Os agentes fazem uma avaliação prévia e, se for necessário, agendam uma vistoria detalhada com a equipe de engenharia. Segundo Márcio Motta, Subsecretário de Defesa Civil, aproximadamente 600 pessoas já foram atendidas pelo projeto. "Já atendemos 65 comunidades, nos bairros do Complexo do Alemão, Andaraí, Copacabana, Jacarepaguá, Tijuca, Penha, Brás De Pina, Engenho da Rainha, Rio Comprido, Vila Isabel, Mangueira, Engenho Novo, Rocinha, Vaz Lobo, Estácio e Centro. Nas próximas semanas, o projeto visitará as comunidades do Complexo do Lins."

Márcio ainda completa, resumindo o principal objetivo da iniciativa: "o projeto Defesa Civil Itinerante visa intensificar a presença da Prefeitura do Rio nas áreas mais carentes da cidade, realizando atividades preventivas e educativas nas comunidades com alto risco de deslizamentos, esclarecendo dúvidas, contribuindo para a conscientização da população e minimizando acidentes". Uma dedicação e um investimento que vêm rendendo frutos, afinal, cada vez mais as equipes recebem o apoio e o incentivo dos moradores.

Márcio diz que pelo fato de ser um trabalho educativo, é difícil destacar apenas um exemplo de história bem sucedida. "Em geral, os agentes são bem recebidos e os moradores ajudam a divulgar o trabalho, chamando vizinhos e familiares. As crianças também gostam de participar, pois brincam com os agentes, ficam curiosos para entrar no Posto de Coordenação Avançado, que têm computadores e um televisor com o mapa da comunidade, onde podem localizar sua casa e os problemas da comunidade. Eles ainda ganham uma revistinha de passatempo com palavras cruzadas e outros jogos."

Confira a galeria de fotos e como o trabalho do projeto Defesa Civil Itinerante vem fazendo a diferença, conscientizando a população das comunidades da cidade com as suas visitas.





Disponível em <http://www.rio.rj.gov.br/web/portaldoservidor/exibeconteudo?id=4460769> acesso em 03 dez. 2013