04 abril 2013

CAMPANHA CONTRA A GRIPE - COMPARTILHE ESSA IDEIA

Colabore, Curta e Compartilhe
A Prefeitura do Rio, por meio da Coordenação do Programa de Imunização, lança a CAMPANHA CONTRA A GRIPE - COMPARTILHE ESSA IDEIA, que consiste em disponibilizar no facebook tags com informações e curiosidades sobre a vacina e prevenção da doença.

Internautas ligados ao nosso perfil na internet e que curtem nossa fanpage terão acesso ao material disponibilizado diariamente. 

Colabore, Curta, Compartilhe! 




A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) inicia no próximo dia 15 a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Até o dia 26 de abril serão vacinados idosos, crianças de seis a 23 meses, indígenas, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto, doentes crônicos e profissionais da saúde, um público-alvo que totaliza 1.334.371 indivíduos. A meta é imunizar pelo menos 80% de cada um dos grupos prioritários, o que representa 1.067.497 pessoas.

Todos os postos de saúde e Clínicas da Família estarão oferecendo a vacina, que protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no inverno passado (A/H1N1; A/H3N2 e nfluenza B), como recomenda a Organização Mundial da Saúde (OMS). As unidades funcionarão de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. No sábado 20 de abril será o Dia de Mobilização Nacional contra a Gripe, quando serão montados postos de vacinação em igrejas, centros comunitários, creches, entre outros locais.

A vacinação é segura e é a melhor forma para impedir doenças graves, internações ou mesmo óbitos por doenças graves associadas à gripe. Estudos demonstram que a imunização pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza. A vacina é constituída por vírus inativados, por isso não causa a doença. Mas pessoas febris, portadores de doenças neurológicas, com história de alergia grave relacionada a ovo e reação a doses anteriores devem consultar um médico antes de tomar a vacina.

Na campanha do ano passado, cerca de 973 mil pessoas foram imunizadas no município do Rio de Janeiro, o equivalente a 80,4% do público-alvo. Somente em um dos grupos mais vulneráveis às complicações, os idosos, foram 697 mil indivíduos vacinados. Este ano, com a inclusão das mulheres em puerpério (até 45 dias após o parto) – grupo que apresenta as mesmas condições de saúde das gestantes – também os recém-nascidos serão 
protegidos através do leite da mãe vacinada.