13 agosto 2012

O PROJETO DA DEFESA CIVIL DO RIO DE JANEIRO É UM DOS 10 FINALISTAS DO PRÊMIO MUNDIAL DE RISCO DA MUNICH RE FOUNDATION

A UNISDR (órgão das Nações Unidas, que trata da questão de Redução de Desastres), a GRForum (Fórum Global de Risco) e a Munich Re Foundation (Fundação de uma grande Seguradora Alemã), promoveram ano passado um Prêmio de Risco para o melhor Sistema de Alarme em Áreas Urbanas.

A Prefeitura do Rio de Janeiro, por intermédio da Defesa Civil Municipal, inscreveu um projeto, com base no trabalho que vem sendo desenvolvido na cidade. Conforme informações do próprio site da Munich Re Foundation (veja o site aqui) aplicações promissoras foram apresentadas por organizações governamentais e não-governamentais, tais como institutos de pesquisa, universidades e setor privado, e isto mostra que a prevenção de risco é um desafio e uma tarefa para a sociedade como um todo.

O projeto da Cidade do Rio de Janeiro está entre os 10 finalistas, conforme reprodução de parte do e-mail enviado pela comissão organizadora:
"We have received numerous innovative and excellent proposals, which have been reviewed by an international jury of experts. The jury made the final call of 10 proposals which made it to the final round.
Your proposal has been selected amongst the 10 best projects. Since all of these 10 finalists are excellent proposals the decisions is a little bit tricky.
Therefore, the jury will re-evaluate the 10 finalists and still needs some time to make the final call. We will inform you as soon as a decision was taken."

Ficaremos aguardando ansiosamente o resultado final. Mais relevante do que o prêmio em dinheiro (100.000 euros - que devem ser usados em ações relacionadas à continuidade do projeto) está o reconhecimento mundial que o vencedor receberá. A premiação será realizada durante uma Conferência Internacional de Redução de Risco de Desastres, a ser realizada em Davos (Suiça) em agosto.

Além do Sistema de Alarme por Sirenes instalado em 102 comunidades, o projeto apresentado pelo Rio de Janeiro também ressaltou a realização de Exercícios Simulados de Desocupação nas Comunidades (que atenderam todas estas comunidades em 7 grandes eventos), os Exercícios Simulados nas Escolas (que já foi realizado em 26 Escolas Municipais com a participação de cerca de 12.000 crianças), a capacitação de cerca de 3.500 Agentes Comunitários de Saúde (sendo que muitos destes moram e trabalham em diversas destas comunidades de risco), o envio de mensagens SMS de alerta para mais de 4.000 pessoas integrantes do Sistema (entre estas os Agentes Comunitários de Saúde e os Presidentes das Associações de Moradores que receberam celulares cedidos pela Prefeitura), entre outras ações. O material enviado destacou, ainda, a implantação do Centro de Operações Rio e sua importância para o Sistema de Alarme por Sirenes, assim como forneceu links para vídeos de algumas matérias da imprensa sobre o trabalho desenvolvido.

A Defesa Civil da Cidade do Rio de Janeiro agradece a todos os parceiros (instituições e cidadãos) que ajudaram nesta conquista inicial, de estarmos entre os finalistas. Contudo, acreditamos que temos condições de buscar este prêmio, que será muito importante não apenas para a cidade, mas para todo o país, na formação de uma maior consciência na busca pela Redução do Risco de Desastres.