18 abril 2012

Clipping: EPIDEMIA DE DENGUE NO RIO DEVE SER ANUNCIADA EM BREVE, DIZ SECRETÁRIO

Hans Dohmann diz que meses de abril e maio são os mais críticos. Em relação à mortalidade, o resultado é inferior ao ano passado.

clique aqui e assista a entrevista
A prefeitura do Rio deve confirmar, nas próximas semanas, uma epidemia de dengue na capital fluminense, segundo o secretário municipal de Saúde, Hans Dohmann. “Com certeza confirmaremos a epidemia nas próximas semanas, isso está cada vez mais claro, como a gente anunciou desde o ano passado. Por isso, uma série de medidas foram tomadas. Em relação à mortalidade, aí sim a gente está com um resultado muito inferior em relação ao ano passado e em relação a epidemia de 2008”, afirmou o secretário em entrevista ao Bom Dia Rio.

Segundo o último balanço da secretaria de Saúde.Já são mais de 53.600 casos de dengue no estado.  Dez pessoas morreram, sendo 9 no município do Rio de Janeiro. De acordo com Dohmann, neste momento é preciso ter atenção dobrada, pois os meses de abril e maio são os mais críticos. “O grande momento agora são os próximos meses agora de abril e maio, onde os maiores números de casos vão se concentrar”, afirmou. Segundo a prefeitura do Rio, três regiões da cidade vivem um surto da dengue. A população dessas três áreas é de 1,7 milhão pessoas, mais de um quarto dos moradores do Rio.
Segundo Dohmann, é fundamental combater os focos, lembrando que dois terços das contaminações se dão em ambiente residencial. “ A qualquer sintoma, procurar os postos de saúde, as clínicas da família, os pólos de atendimento à dengue, logo no início, para que a gente possa iniciar o tratamento o mais rápido possível”, explicou o secretário. 

A prefeitura do Rio divide a cidade em áreas de planejamento. Em 3 delas já existe surto o doença, que é quando há mais de 300 casos por 100 mil habitantes em um único mês. Na região de Campo Grande, na Zona Oeste, que envolve outros quatro bairros, são mais de 657,5 casos por 100 mil habitantes. Na área de planejamento de Irajá, Madureira, Anchieta, Pavuna e outros 25 bairros, são 516,9 casos por 100 mil habitantes. Na região de Bangu, Realengo e mais 8 bairros a proporção supera 300 casos por 100 mil habitantes. Em todos esses bairros a prefeitura aumentou em 30% o número de funcionários nos pólos de atendimento a dengue, específicos para o tratamento da doença.

O número de casos identificados de janeiro até a semana passada ainda é bem menor que em 2008, quando ocorreu a última epidemia de dengue. Em 2008 foram registrados 92.737 casos de dengue, contra 40.252 identificados este ano. Mas já supera a quantidade registrada no mesmo período do ano passado, quando foram registrados 38.550.

De acordo com o secretário, como a prefeitura identificou essa possibilidade de epidemia, foi possível fazer um planejamento. “A gente vem reforçando, além desses 30%, ontem aumentamos a quantidade de auxiliares nos postos, para termos mais agilidade”, disse Dohmann, ressaltando que no próximo final de semana será realizada uma ação específica nas áreas que estão com surto de dengue.

Disponível em: <http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/04/epidemia-de-dengue-no-rio-deve-ser-anunciada-em-breve-diz-secretario.html>.Acesso em: 18 abr. 2012